“Patinho Feio”: clássico do automobilismo nacional ganha documentário

in Notícias
Patinho Feio, como ficou conhecido, foi construído em apenas 21 diasDivulgação

No próximo dia 22 de novembro estreia no país o documentário brasileiro “O Fantástico Patinho Feio”, que conta a história de quatro amigos de Brasília (DF) que construíram um carro de corrida em 21 dias.

O feito aconteceu em 1967 e teve uma causa nobre: disputar os 500 km de Brasília, a segunda maior prova do automobilismo brasileiro na época.

Carro terminou os 500 km de Brasília na segunda colocação geral, em 1967Divulgação

O carro, feito com muito improviso e recursos limitados, ficou conhecido como “Patinho Feio”.

Mas o feio ficou apenas no nome: competindo com 33 veículos, muitos de grandes marcas internacionais, e largando na última posição, os jovens Alex Dias Ribeiro, Helládio Toledo, Zeca Vassalo e João Luis conquistaram a segunda colocação na categoria geral, após seis horas de prova.

Após a corrida, os amigos fundaram a lendária Oficina Camber, por onde passaram famosos pilotos brasileiros como Nelson Piquet e Roberto Pupo Moreno.

Poucos recursos e muito improviso marcaram a construção do bólidoDivulgação

O documentário mescla imagens atuais e de arquivo do carro e é recheado de depoimentos de personalidades como Emerson Fittipaldi, bicampeão de Fórmula 1, Reginaldo Leme, jornalista esportivo, e Roberto Nasser, aclamado jornalista e historiador que faleceu nesta madrugada.

A obra “O Fantástico Patinho Feio” estreia em 22 de novembro em 20 salas de 19 cidades do país, de segunda a sexta-feira, sempre às 19h, pelo Projeta às 7, parceria da Cinemark com a Elo Company. Confira o trailer.

 

 

 

 



Fonte: Revista 4 Rodas

    Cart